Anda: Investigação e Punição sobre o caso de zoofilia no site OLX

Anda: Investigação e Punição sobre o caso de zoofilia no site OLX

17/9/2014 – O deputado Ricardo Izar (PSD/SP) enviou na terça-feira (16), dois ofícios para investigar e punir os culpados. O primeiro foi para a promotora de Vila Velha, Daniella Leão de Almeida Sá, local onde foi originado o anúncio, solicitando providências cabíveis quanto ao post e que o tutor do animal seja enquadrado no Art 32 da Lei de Crimes Ambientais, por maus-tratos. Infelizmente, no Brasil, zoofilia ainda não é crime. O deputado pediu também que a cadela fosse resgatada com a maior urgência. 

g n 352 3d9p - Anda: Investigação e Punição sobre o caso de zoofilia no site OLX

EXPLORAÇÃO SEXUAL

Anúncio de zoofilia em Vila Velha (ES) revolta usuários de site de classificados

Um anúncio feito por um morador de Vila Velha em um site de compra e venda revoltou vários internautas. A postagem se referia a uma cadela, anunciada por R$ 100 para a prática de zoofilia (envolvimento sexual de humanos com animais). As informações são do site Gazeta Online.

No anúncio com a chamada “cadela boa viciada em zoo”, havia três imagens do animal, e, uma delas, mostrava uma mão “manuseando” o órgão sexual da cadela. O anúncio foi retirado do ar.

De acordo com a presidente da Sociedade Protetora dos Animais no Espírito Santo (Sopaes), Virgínia Brandão, várias pessoas ligadas à entidade estão comentando sobre o caso e ela acredita que denúncias já tenham sido feitas. “A gente mesmo está procurando uma imagem (print) do anúncio para podermos mostrar e fazer a denúncia na Polícia Civil. Mas qualquer um que viu pode denunciar, e acredito que isso vai acontecer”, afirma.

Na página da OLX Brasil no Facebook, vários internautas postaram mensagens de indignação sobre conteúdo. “Denunciem essa pessoa que quer vender animais para zoofilia”, dizia uma internauta. A OLX respondeu a alguns comentários dizendo que o anúncio foi retirado e que a empresa repudia casos como este.

Investigação e Punição

O deputado Ricardo Izar (PSD/SP) enviou na terça-feira (16), dois ofícios para investigar e punir os culpados. O primeiro foi para a promotora de Vila Velha, Daniella Leão de Almeida Sá, local onde foi originado o anúncio, solicitando providências cabíveis quanto ao post e que o tutor do animal seja enquadrado no Art 32 da Lei de Crimes Ambientais, por maus-tratos. Infelizmente, no Brasil, zoofilia ainda não é crime. O deputado pediu também que a cadela fosse resgatada com a maior urgência.

O segundo ofício foi destinado ao presidente da OLX, Marcos Felipe de Campos Leite, exigindo que a empresa forneça o cadastro do anunciante para identificação e investigação.

Exploração de Animais em Filmes Pornográficos

O Projeto de Lei 6267/2013, que proíbe o uso de animais em filmes pornográficos de autoria do deputado Ricardo Izar (PSD/SP) foi aprovado na forma de substitutivo, no início de julho, deste ano, na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável-CMDAS.

Para o parlamentar, esse projeto atende à vontade da sociedade. “Mais do que a compatibilidade técnica e jurídica, esse projeto é um anseio da sociedade, que não tolera ver animais, que não optam por esse trabalho, serem explorados e violados sexualmente nessas práticas de zoofilia”, afirma. Agora o PL segue para Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania CCJC, caso aprovado, segue para votação no Plenário.

Para conhecer PL na íntegra clique aqui.

Cadastre-se  aqui

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar
Fechar Menu