Cachorro encontra filhote de pássaro e resolve adotá-lo

Cachorro encontra filhote de pássaro e resolve adotá-lo

2/8/2016 – “Ele tinha caído de uma árvore, e estava com o bico aberto, esperando comida. Ela o resgatou e colocou o nome de Birdie, fazendo de tudo para que ele ficasse vivo”

g n 516 4q2t 254x300 - Cachorro encontra filhote de pássaro e resolve adotá-loO cão se tornou seu pai, protegendo e cuidando do seu amiguinho como um bebê.
Este filhote de pássaro teve uma vida difícil desde o seu nascimento.
Graças a um cão gentil, chamado Rusty, ele teve a chance de um recomeço de vida abençoado.

Jurgita, tutora do cachorro, o ouviu latindo e a chamando no jardim. Ele parecia muito curioso, por isso ela decidiu investigar e encontrou uma ave bebê.

Ele tinha caído de uma árvore, e estava com o bico aberto, esperando comida.

Ela o resgatou e colocou o nome de Birdie, fazendo de tudo para que ele ficasse vivo.
Construiu um ninho improvisado em sua casa em uma planta e deu comida.
Porém, com toda a hospitalidade o pássaro se afeiçoou ao cachorro, preferindo ficar ao lado dele.

A dona de Rusty acredita que ele deve ser muito fofinho e confortável.
Toda vez que ela chega perto Birdie voa e depois volta a pousar no cachorro.
Ele o abraça, e compreende que é um ser pequeno e frágil e não um brinquedo, tratando-o com o maior cuidado e carinho.
Ninguém esperava que o cão seria tão gentil com o pássaro. Acredita-se que pensa ser o pai do passarinho para protegê-lo e cuidá-lo dessa maneira.

Como todo pai, Rusty é bobão. A família que adotou o pássaro não tem intenção de prendê-lo em uma gaiola, e quer que ele volte a ser livre assim que ganhe forças para voar e viver por conta própria. Mas se ele decidir ficar todos ficarão imensamente felizes, principalmente Rusty.

Incrível ver o instinto paternal aflorar em alguns animais por outros de espécies diferentes.
O comportamento esperado de um animal maior, como o cão, é querer brincar e acabar machucando, mas Rusty teve a sensibilidade de pedir ajuda a sua dona quando encontrou o bebê pássaro, e o tem tratado com muito cuidado desde o seu resgate.

Essa é mais uma história improvável de acontecer. Jurgita nunca imaginou que isso poderia acontecer com seu cachorro. É mais uma prova de que os animais se sensibilizam pela dor do outro, oferecendo acolhimento, amor, carinho e atenção, não somente para humanos, mas para animais frágeis que precisam de ajuda.

Por: Carolina Mello

Cadastre-se  aqui

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar
Fechar Menu