O Desenvolvimento Sustentável na preservação do Meio Ambiente

O Desenvolvimento Sustentável na preservação do Meio Ambiente
Dia Nacional do Meio Ambiente

Na semana em que é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, diversas ações são realizadas para incentivar a conscientização e preservação do Meio Ambiente no Brasil.

A Semana Nacional do Meio Ambiente visa promover um planeta mais limpo e verde para o nosso ambiente de convívio e para as gerações futuras. As principais pautas tratam o “Combate ao Comércio Ilegal de Substâncias que Destroem a Camada de Ozônio”, com o objetivo de detectar, nos principais portos brasileiros, possíveis entradas ilegais no país; e projetos de conservação dos recifes de coral brasileiros, que atuam na preservação das tartarugas marinhas.

Espécies Marinhas, Corais, Tartarugas
Espécies Marinhas

Meio Ambiente

A natureza está presente no todo que nos cerca, em pessoas, animais, florestas, rios, lagos, mares, oceanos, cidades e o nosso ar, garantindo a sobrevivência da espécie humana. Cada vez mais, fica claro que a população mundial é responsável pela tarefa de cuidar do meio ambiente e do nosso planeta.

O trabalho de conscientização começa na educação dos nossos filhos. É preciso ensinar as próximas gerações a respeitar as leis ambientais, essenciais para a promoção de um mundo saudável, da preservação de espécies, da fauna e da flora.

A Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda que a questão ambiental ande junto com o desenvolvimento econômico mundial. O conceito desenvolvimento sustentável é uma busca constante pela sustentabilidade em todos os setores produtivos.

A discussão sobre desenvolvimento sustentável é fundamental para promover o crescimento econômico, a preservação ambiental e inclusão social. Nos últimos anos, a função do Brasil nesta pauta teve crescimento relevante, com a conscientização doméstica, social e econômica, e suas investidas em encontros internacionais.

O que é desenvolvimento sustentável?

Respeitar o meio ambiente e o próximo ao utilizar os recursos naturais é a base desse modelo econômico. O modelo de desenvolvimento concilia o crescimento econômico e a preservação da natureza, sem esgotar recursos futuros ou prejudicar sua base de sustentação.

O desenvolvimento sustentável contém dois elementos essenciais:

  • O conceito de “necessidade”, sobretudo as necessidades fundamentais dos seres humanos, que devem receber a máxima prioridade;
  • A noção das limitações que o estágio da tecnologia e da organização social impõem ao meio ambiente, impedindo-o de atender às necessidades presentes e futuras.

Como ser sustentável

Usar somente o necessário, considerando fazer o melhor para todas as pessoas e para o meio ambiente. Explorar a natureza de maneira correta, respeitando leis ambientais e utilizando os recursos de maneira consciente.

A conscientização é fundamental para compreender que o desenvolvimento sustentável é qualidade, ou seja, a redução do uso de matérias-primas e produtos e o aumento do reuso e da reciclagem. Qualquer dano ao meio ambiente pode provocar um problema ainda maior para a população, como pobreza e eliminação de espécies a médio ou longo prazos, comprometendo necessidades futuras da humanidade. Portanto, é preciso obter somente o necessário para o crescimento econômico, com a garantia de preservação do meio ambiente e o desenvolvimento social.

  • Reciclagem de diversos tipos de materiais: papel, alumínio, plástico, vidro, ferro, borracha e etc;
  • Coleta seletiva de lixo;
  • Tratamento de esgotos industriais e domésticos para que não sejam jogados em rios, lagos, córregos e mares;
  • Descarte de baterias de celulares e outros equipamentos eletrônicos em locais especializados. Estas baterias nunca devem ser jogadas em lixo comum;
  • Geração de energia através de fontes não poluentes como, por exemplo, eólica, solar e geotérmica;
  • Substituição das sacolas plásticas pelas feitas de papel;
  • Uso racional de recursos da natureza, como a água;
  • Diminuição na utilização de combustíveis fósseis (gasolina, diesel), substituindo-os por biocombustíveis;
  • Utilização de técnicas agrícolas que não prejudiquem o solo;
  • Substituição gradual dos meios de transportes individuais (carros particulares) por coletivos (metrô);
  • Criação de sistemas urbanos (ciclovias) capazes de permitir a utilização de bicicletas como meio de transporte eficiente e seguro;
  • Incentivo ao transporte solidário (um veículo circulando com várias pessoas);
  • Combate ao desmatamento ilegal de matas e florestas;
  • Criação de áreas verdes nos grandes centros urbanos;
  • Manutenção e preservação dos ecossistemas;
  • Valorização da produção e consumo de alimentos orgânicos;
  • Respeito às leis ambientais e trabalhistas;
  • Uso da Gestão Ambiental nas indústrias, empresas prestadoras de serviços e órgãos públicos;
  • Implantação, nos grandes centros urbanos, da técnica do telhado verde.

Desenvolvimento Sustentável no Brasil

Sementes
Sementes

Apesar do importante papel do Brasil e outros países emergentes, ainda são necessários muitos avanços. Iniciamos a conscientização  ambiental e a promoção do desenvolvimento sustentável, mas ainda há muito desmatamento florestal e uso de combustíveis fósseis. Enfrentamos problemas comuns, como lixões ao ar livre e a poluição dos nossos rios, ar e solo.

Já existem projetos na área ambiental que promovem o cuidado da fauna e flora brasileiras, como o Projeto de Lei 3710/2012, de autoria do deputado federal Ricardo Izar (PP-SP), que aponta que o tráfico de animais silvestres no país seja o responsável pelo desaparecimento de aproximadamente 12 milhões de espécies. Em cada 10 animais traficados, apenas 01 chega ao seu destino final, 09 acabam morrendo no momento da captura ou durante o transporte. Ao estabelecer uma pena mais elevada, o PL propõe vedar as práticas que coloquem em risco o meio ambiente, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.

O Projeto de Lei 3423/2012, também de autoria de Izar, defende que Conselhos de Fiscalização possuem importante participação social, tendo em vista que, conjuntamente com outros órgãos do Estado, atuam em defesa da ética e da sociedade em especial no que tange à saúde e qualidade de vida das comunidades, à conservação e sustentabilidade da biodiversidade e ecossistemas (ambiental) e ao desenvolvimento científico e tecnológico indispensável ao crescimento econômico e social do país. Diante disso, não resta dúvida de que o Biólogo pode exercer a responsabilidade técnica pela produção, beneficiamento, reembalagem ou análise de sementes em todas as suas fases.

Pensando nas gerações futuras, o deputado Ricardo Izar apresentou o projeto (PL 3422/2012) que defende a geração de energia limpa proveniente do vento, conhecida como energia eólica. Segundo o texto, o Brasil goza de uma potência extraordinária deste recurso, baseando-se que em 71 mil quilômetros quadrados do território nacional a velocidades de vento jê superior a sete metros por segundo, propiciando um potencial eólico da ordem de 272 terawatts – hora por ano ( TWh/ ano) de energia elétrica, como aponta estudo desenvolvido por pesquisadores do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Apesar de ser um recurso renovável e limpo, diferentemente dos combustíveis fósseis, existem outros aspectos sócio-ambientais de suma importância a serem apontados:

  • Ocupa tão somente entre 3% e 4% do território total das Fazendas em que são instalados.
  • Não utiliza quantidades significativas de água para manutenção e utilização da mesma, somente é necessária para a etapa de concretagem durante a construção.
  • Dentro de um parque de geração o mesmo cabeamento para condução da energia elétrica gerada pode ser utilizado para a utilização de energia solar.
  • É uma alternativa para renda adicional em regiões de baixa produtividade do Solo, como determinadas localidades do Sul e do nordeste brasileiro.
  • Possibilidade da utilização da energia eólica por meio de pequenos propulsores no topo de edifícios e residências, uma tecnologia inovadora, cujo uso pode ser de grande valia para o Brasil, e que já vem sendo implementado em grandes metrópoles de todo o mundo.

O que você tem feito para preservar o Meio Ambiente, ser sustentável e para garantir qualidade de vida para as futuras gerações?

 

Cadastre-se  aqui

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar
Fechar Menu